Dou aula ha alguns anos e percebi algumas coisas interessantes faz um tempo.

Mas antes de te contar eu quero saber de você. Como são suas atitudes ao fazer pequenas tarefas?  Como um trabalho de faculdade, escola e Afazeres domésticos? Tem coragem de escrever aqui em baixo para mim? Escreve vai, quero saber. Seja sincero.

Percebi que suas… Suas não. Nossas.. porque eu também estou nessa. Nossas atitudes em pequenas tarefas representam quem somos na verdade.

Não estou falando das coisas que não fazem sentido para você, para sua missão de vida ou atividades que não significam nada… isso você deve eliminar da sua vida, mas isso é papo para outro texto. Em breve faço um.

Quero dizer, as ações que você realmente necessita fazer, mesmo que pequenas ações. Como preparar um relatório para sua empresa, organizar a sua casa, ou fazer um trabalho de escola de faculdade. Ações que você pode não gostar, mas são necessárias.

Realmente eu começo a perceber como as pessoas estão nesses momentos. Digo estão porque nenhuma pessoa é algo o tempo todo. As pessoas não são desorganizadas. As pessoas não são organizadas. Elas estão.


Faço inúmeras atividades em meus cursos e existem três tipos de pessoas nessa ocasião.

  • As pessoas que entregam um trabalho digno de vergonha. A verdade é essa. Pessoas que precisam entregar uma atividade as 19:00 e começam a fazer as 18:30. E o resultado é vergonha alheia. Sério… Dá vontade de enviar a cabeça na terra pique avestruz.
  • Alunos com trabalhos medíocres. Gosto de usar a palavra medíocre pois ela incomoda. Mas como vocês já sabem, medíocre não é nada pejorativo. Na verdade medíocre é a média. E aí que está o problema. As pessoas não se esforçam. Entregam algo mediano. Quem fica feliz com o médio? Fala sério?
  • Aí que vem o pulo do gato. As pessoas que investem tempo para entregar um trabalho de qualidade. E aí as pessoas se sobressaem, a diferença é gritante. O mais louco é que as pessoas não precisam se esforçar para fazer um trabalho de qualidade. A Atividade na maioria das vezes é fácil. E com a concorrência como os dois perfis que expliquei anteriormente…ai fica ainda mais mole.

Onde você se encaixa nos perfis acima? Fala a verdade. E para concluir tudo isso, os perfis acima em uma pequena atividade como um trabalho fazem igualzinho no seu cotidiano.

O perfil número 1, faz trabalho horríveis geralmente e coloca a culpa em tudo e todos. Ai é o maior xororo, não tenho tempo, ninguém me ajuda… ó céus, ó vida.

Perfil número 2, faz tudo de maneira medíocre… entrega apenas o acordado, faz o correto sim, mas só o que já se espera, sem nada a mais… mediano… e aí além de você não se diferenciar a vida fica chata pra cacete.

Perfil número 3. Você conhece aquela pessoa que parece que manda bem em tudo? Manda bem no trabalho, na faculdade… Aí você encontra o cara com sua família e adivinha? Família linda. E os perfis acima morrem de inveja dessa cara. Essa é a verdade.

Sabe porque isso acontece? É que esse tipo de pessoas coloca a atenção necessária para fazer um trabalho acima da média. Eles não aceitam entregar nada menos que um trabalho interessante.

Fala para mim, qual o perfil você está? E em qual você quer chegar? A real é que precisamos sempre procurar permanecer nesse terceiro perfil. Não é fácil, mas é importante correr atrás…. Aliás isso serve para todo mundo… vou começar a correr atrás, porque só fazendo esse texto eu lembrei de umas três atividades que eu podia ter feito melhor… Verdade. E tá me olhando por que? Você também lembrou de uma atividade ou outra que poderia melhorar não? Ah não…falou o diferentão.. a última bolacha do pacote….sai daeee….

Vamos que vamos.

Rafael Mateùs Barrêto.