Pilar Vendas

Eu mesmo fugi de vendas por grande parte da minha vida. Simplesmente não gostava. Pois pensava erroneamente sobre vendas. E creio que muitos pensam assim também. Quem no início de sua carreira pensou em ser vendedor. Ter como sonho mesmo? Poucos não?

A verdade é que o universo de vendas é algo que poucos realmente conhecem. Muitos têm até preconceito. Xi coitado… virou vendedor… não estudou não filho?

Muita gente acredita que não gosta de vender, mas estão verdadeiramente enganados. Todo mundo gosta de vender. Até hoje não encontrei uma única pessoa que não gostasse de vender.

Imagine que você tem 10 produtos e oferece para 10 pessoas. Todas elas compram sem pestanejar e em minutos você vendesse tudo. Você reclamaria? Acredito que não. Logo, você gosta de vender.

O que muitos não gostam é de ouvir o não. Seria ótimo se todas as pessoas comprassem assim que oferecêssemos nosso produto. Pena que não é assim. Na maioria dos casos ouvimos mais não do que sim. Sendo assim, um bom vendedor entender que o não faz parte da venda e se concentra a ouvir quantos nãos forem necessários até a chegada do sim. Vendedores amadores desistem já nos primeiros “nãos” e decretam: “vender não é para mim”;

Flavio Augusto Silva diz: “Não existe sorte, existe estatística”. Essa frase ele menciona ao explicar que para fazer uma matricula na escola de inglês que ele trabalhava antes da Wise Up, ouvia 14 “nãos”. Simplesmente ele colocou a meta de 2 matriculas por dia e estatisticamente ele precisava ligar para 30 pessoas. Essa receita de bolo fez com que Flavio Augusto Silva se tornasse um dos homens mais ricos do Brasil.

Agora, mesmo que você não pense em trabalhar na profissão de vendedor. Saiba que você precisará trabalhar com vendas. Hoje não dá mais para ficar apenas na sua, quietinho. Você terá que vender no mínimo sua imagem, seu serviço. Até para ter um relacionamento você precisa saber se vender. É bem importante.

Então o pilar Vendas vem para desmistificar essa área comercial, destrinchando-a em 3 pontos principais:

  1. Boa vontade: O vendedor precisa entender que todo dia ao acordar é como se estivesse na fauna africana. Ele precisa correr, ou para devorar, ou para não ser devorado. Todo dia é dia D.

  2. Disciplina: Saber o que precisa ser feito e agir constantemente é o serego

  3. Técnicas: De nada adianta os dois pontos anteriores sem ferramentas comerciais eficazes. É como usar um machado cedo para derrubar uma árvore.

 

Combinando esses 3 fatores e com um pouco de prática, em um curto espaço de tempo você será um ótimo vendedor. Acredite.