empreendedor

Vivemos tempos muito loucos…

Hoje, quem destrói, vandaliza e ofende ao próximo é considerado alguém com uma ideologia ímpar.

Porém, quem empreende no Brasil, muitas vezes, é tachado de errado, de opressor, de oportunista.

Para! Para! Para ai!

Vocês estão falando sério, que alguns pensam assim?

Se sim, discordo totalmente.

Pensamos o seguinte: (algo super básico, mas se precisar nós também desenhamos)

Para a economia girar bem, precisamos de empregos, correto?

E quem gera empregos? O empreendedor!

Então, se ele é criador de algo, que pode beneficiar a nossa economia, tem que ser exaltado. Pronto!

Porém não, alguns preferem reclamar do próximo ao fazer sua parte.

Começam a falar que os empresários acabam com o suor dos trabalhadores.

Isso pode até acontecer, mas generalizar ou é pura ignorância. ou é pura especulação.

Então, se você generaliza, escolhe uma das duas formas citadas acima.

Segue um trecho da entrevista da Folha com o Uri Levine, fundador do aplicativo Waze:

Se você acredita que o Brasil deveria ter mais empreendedores, então transforme-os em heróis. Se a mídia promove os empreendedores, haveria mais gente querendo embarcar nessa aventura. Os jovens buscam modelos, olham a cultura à sua volta. Se a mídia transformasse os empreendedores em modelos de conduta, haveria muito mais empreendedores.”

Retirei esse trecho se um texto do Rodrigo Constantino, ficou muito bacana.

Para ler na íntegra, clique aqui

Eu vejo alguns problemas aqui e gostaria de citar quatro deles:

  • Existe sim poucos empreendedores que exploram os seus colaboradores. Por causa desses poucos, algumas pessoas generalizam;
  • Muitas pessoas com pouco conhecimento acreditam que os empreendedores estão muito bem de vida, que poderiam ser mais caridosos. Porém na verdade, muitos estão enfrentando uma batalha para que seu negócio sobreviva. Acredite: existem momentos em que o empreendedor tem uma vida mais dura que a do colaborador;
  • Ok, tem alguns empreendedores ricos, sim. Mas isso é mérito deles? Qual o problema disso? Se o cara fez por merecer, ele tem que aproveitar sim. Você está com invejinha, é isso?
  • Algumas pessoas aproveitam para influenciar outras a acreditar que o empreendedor não lhe ajuda e sim prejudica sua vida;

Qual o resultado do que acontece acima?

Funcionários desmotivados, sem comprometimento e jogando contra a sua empresa.

O que esperam com isso?

Como terão uma vida melhor, apenas prejudicando a vida de outra pessoa?

Alguém me explica?

Então, para concluir, só posso dar duas dicas:

  • Para você funcionário: entenda que o empreendedor de sucesso é alguém para se admirar, não para odiar. Ele ajuda a todos. Ele fomenta o Brasil;
  • Você Empreendedor: aceite que pessoas o acusarão, mesmo quando você tiver fazendo um ótimo trabalho que beneficie a todos. Isso faz parte da sua missão. Esse fardo você consegue carregar.

 

Um abraço de quem é fã de todos os empreendedores do Brasil, seja ele dono de uma multinacional com 50 anos de mercado, ou um microempreendedor individual com dias de funcionamento.

Vamos que vamos.

Rafael Barrêto.