Senso de Higiene

Também conhecido com Senso de Segurança por aqui, ou em japonês como Seiketsu.

Pensa na qualidade de vida de quem o pratica.

Nesse “S” Senso de Higiene , deixamos a empresa e pensamos nas pessoas.

• Importante frisar que alguns autores trabalham esse S como senso de Padronização. Assim, modificando um pouco o conceito. Nós trabalharemos de forma diferente, ok? Pensaremos na saúde de quem está nesse ambiente.

O objetivo dessa fase é criar condições físicas e emocionais propícias para as pessoas que vivem aquele ambiente.

Então mãos à obra!

É hora de analisar como está o ambiente pensando em qualidade de vida, seja na empresa, em casa, no transporte, precisamos viver com mais qualidade, então:

• A temperatura está agradável? Ou os homens reclamando de calor e as mulheres de frio?

Existe a possibilidade de mudar o Layout para que agrade todos?



“Os calorentos desse lado! ”

Se não, procure manter a temperatura em 22° ou 23°

Quem reclamar do frio, coloca um casaco e não se fala mais nisso.

• Existem ruídos no ambiente? Muito barulho? Tem como eliminar ou reduzir esse problema?

Às vezes, não percebemos. Mas nosso cansaço vem de barulhos do dia a dia, onde parecemos que nos acostumamos.

No final do dia é aquela dor de cabeça.

• E o clima organizacional? A famosa rádio peão está instalada na sua empresa?

Se for o seu caso erradique-a.

Rádio peão acontece por comunicação falha por parte da empresa.

Comunique-se claramente e dê um fim nisso.

Nesse S Senso de Higiene, também temos que cuidar de nossa higiene pessoal.

Você está limpinho, cheirosinho? Arrumadinho?

Se sim, parabéns.

Caso contrário, já sabe, né? Está na hora de um banho de loja.

Aproveite para cortar cabelo e unha, se arrumar, dar aquele trato no visual. Você merece!

Pode parecer simples, óbvio, mas não pule essa etapa. Lembre-se que é uma etapa em conjunto.

Todos participarão desse processo.

E aqui que vem a grande sacada.

Aquele seu colega que não cheira bem, que tem bafo, ou algum outro problema precisa resolver a questão nesse momento.

E muitas das vezes essas pessoas precisam dos amigos.

Você sabia que as pessoas que tem odores, não sentem seus odores, pois já se acostumaram com o cheiro?

Sabe quando você usa tanto um perfume que não sente mais? Pois é, nosso olfato é treinado para tal, depois de um tempo, ele não percebe.

Então eu te pergunto: você tem coragem de avisar seu colega que ele está “fedendo”?

Na maioria das vezes, a resposta é não.

Não temos coragem, mas temos coragem de comentar com outro par.
– Nossa, como o Barreto está fedendo…

Te pergunto: você fazendo isso, está sendo um cara legal? Claro que não.

Uma pessoa legal, seria se conversasse com a pessoal com carinho e explicasse a pessoa o que está acontecendo.

Com certeza, a pessoa ficaria envergonhada no momento, mas te agradeceria para o resto da vida.

Então já sabem: se um dia perceberem que eu estou fedidinho, me avisem, por favor!

Ah, importante lembrar. Isso também serve para: Senso de Higiene

– Maquiagem (saiba usar a maquiagem apropriada para a ocasião)
– Vestimenta (algumas peças de roupa não cabem em alguns locais de trabalho, como decotes, roupas curtas, camisas de time entre outros)

Sei que nesse parágrafo, alguém pode reclamar, dizendo que não podemos ditar como a pessoa se veste, anda, etc.

Porém o que estamos focando aqui é o bem estar de todos, inclusive dessa pessoa.

Bom é isso, Qualidade de vida? Vamos que Vamos!

Eu estou cheirando bem? Me conta! Fiquei preocupado agora.

Rafael Barrêto