Toda empresa deveria ter sua missão escrita. Na maioria das vezes, nos deparamos com a missão já na recepção da empresa. Ela serve para direcionar todos da empresa, assim todos sabem o motivo pelo qual a empresa existe.

Ao contrário do que muito acontece, a missão não deveria ser apenas informada para os colaboradores. Muito mais que isso, a missão deveria ter a manutenção e envolvimento dos colaboradores. Isso leva a todos ao comprometimento. Se todos estão comprometidos, a empresa tem grandes chances de vencer.

Se uma missão pode ajudar tanto uma empresa, porque uma missão de vida pessoal seria diferente? Em 2006 eu tive o prazer de ler o livro que recomendo a todos “Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes” do Dr. Stephen Covey. Lá tive o ensinamento de montar uma missão pessoal. Missão a qual tento seguir (as vezes é difícil, mas me sacrifico). O interessante da missão é a sua manutenção e com isso minha auto-avaliação em minha vida. Atualmente ela está da seguinte forma:

Missão Pessoal

– Primeiro, sou bem sucedido no lar, sendo assim, como filho, estou sempre disposto a dar apoio e ouvir as necessidades de meus pais. Como irmão, devo fazer o possível para viver em harmonia com meus outros irmãos. Como marido, sempre pronto a apoiar minha esposa em sua missão pessoal.

– Busco  e sou digno da ajuda divina: Como umbandista, Deus e todos os Santos podem contar comigo para manter a fé e servir todos os seus filhos.

– Desenvolvo uma nova habilidade por ano: Aprendo coisas novas todos os dias

– Concentro-me todas as habilidades e todos os esforços no trabalho que tenho à minha frente, sem me preocupar com o próximo emprego ou com a promoção: Sou um catalisador para o desenvolvimento de performances melhores em grandes organizações

– Sou caridoso: Procuro ajudar e amar as pessoas independente de sua situação. O amor de cristo é visível por meio de minhas ações.

– Eu sirvo de inspiração: Mostro, por meio de exemplo que somos todos filhos de um PAI Divino amoroso e que todos vieram a Terra para vencer.

– Lembro das pessoas envolvidas: Sou extremamente a favor da cooperação pois sei que construímos muito mais em times do que sozinhos.  

– Planejo hoje o trabalho de amanhã: Sei que o planejamento é como a base de uma casa, inicialmente não a vemos, mas com uma estrutura forte, a casa é construída de forma forte e segura.

– Mantenho uma atitude positiva: Sei que tudo que acontece no mundo tem um porque, basta eu tomar o melhor proveito de tal situação.

 – Eu provoco impacto: O que faço provoca mudanças na vida das outras pessoas.

 Para que eu possa seguir todas as ações e ter as qualidades acima:

Eu me sacrifico: Dedico meus talentos , recursos e tempo a minha missão

*** Missão pessoal de Rafael Barreto, extraído das missões pessoais de Rolfe Kerr e um executivo o qual não foi me informado o nome. Ambas missões extraídas do livro “ Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes “ escrito por Stephen R. Covey.

Criada em 08/08/06 – sempre atualizando…

Claro que eu não consigo fazer sempre tudo o que está descrito em minha missão. Por isso a importância dela escrita. Para poder me lembrar sempre.

Se posso lhes dar uma sugestão, montem uma missão pessoal para vocês também. Para mim tem sido uma poderosa ferramenta em minha evolução.