2018 chegou e com ele mudanças para o MEI – Microempreendedor Individual. O projeto criado em 2009 já formalizou milhões de brasileiros e agora foi atualizado. Saiba quais foram as principais mudanças nessa importante categoria de pessoa jurídica.

Apenas lembrando: Microempreendedor, é o empresário que trabalha por conta própria (sem sócios), ter no máximo 01 funcionário registrado e faturamento de até 81 mil no ano.

Então, com o aumento do salário mínimo de R$937,00 para R$954,00 o MEI passa a recolher os seguintes valores referente ao DAS (Documento de arrecadação do simples nacional ).

R$ 47,70 (INSS) Previdência 5%do salário mínimo

R$ 1,00 (ICMS) para quem é comércio/indústria

R$ 5,00 (ISS) para prestação de serviços

Desde janeiro de 2018 foi aprovada as seguintes mudanças:

Faturamento do MEI de 60 mil passa a ser 81 mil por ano. Que dá uma média de R$ 6.750,00 por mês.

Além do aumento de faturamento, foram excluídas as seguintes atividades do MEI em 2018:

  • Personal trainers,
  • Arquivista de documentos,
  • Contadores e técnicos contábeis

Mais uma mudança para quem é MEI, passam a ser autorizadas algumas atividades de agricultura familiar como:

Apicultores, cerqueiros, prestadores de serviço de colheita, prestadores de serviços de poda entre outros.

Precisa de alguma ajuda, manda para nós. Creio que podemos ajudar. Todo caso, toda vez que tiver uma dúvida sobre MEI, lembre-se de consultar o Sebrae SP e a prefeitura do município onde você trabalha. A consulta nesses dois lugares são de extrema importância para que você não tenha problemas depois que estiver com sua empresa aberta.

É isso.

Vamos que vamos.

Camila Ribeiro.