oportunidade

Com certeza você tem ouvido muito sobre empreendedorismo. Parece ser mais um modismo. Empreenda. Seja dono do seu próprio negócio. Seja seu próprio patrão. Entra uma infinidade de coisas a mais.

Como tudo que está em alta, também traz um monte de pessoas rasas para pegar carona no assunto. Por isso é sempre importante separar o joio do trigo quando for ler sobre qualquer assunto. Mesmo assim é importante saber. O empreendedorismo não é modinha, ele veio para ficar e muitos, mesmo que hoje não tenham o menor interesse pelo assunto, surfarão nessa onda.

Isso acontece na minha humilde opinião por 2 fatores:

  • A população tem se preocupado muito com qualidade de vida.

Muita gente tem em mente que não é mais o destino que importa e sim o caminho. Ou seja, as pessoas têm se preocupado cada vez mais em estar perto da família, de fazer seu horário, e trabalhar com o que gosta.

Veja que em momento algum eu disse que empreender é fácil. Longe disso, para ser empreendedor que que trabalhar muito. Porém as pessoas procuram empreender naquilo que gostam, ficar mais próximos das pessoas que amam e quando o empreendimento se consolida fazem seu próprio horário. Aliás o próprio horário é bem diferente de não trabalhar ou trabalhar poucas horas por dia. Seria apenas trabalhar no local e tempo determinado pelo empreendedor.

  • O número de vagas de emprego de qualidade vem caindo e cairão ainda mais.

Hoje o avanço da tecnologia faz com que máquinas substituam humanos. A economia globalizada faz com que um site da China agora seja concorrente da loja de utensílios do seu bairro. Os veículos de comunicação cada vez mais rápidos faz com que não seja necessária tanta gente para trabalhar a informação. Todos esses itens fazem com com que os empregos sejam diminuídos e em consequência disso, essas pessoas também buscam o empreendedorismo.



Sabendo os dois principais fatores. É importante se ter em mente que os dois fatores podem gerar erros e acertos. Isso vai depender do indivíduo que estiver pensando empreender. Pois o empreendedorismo existe por duas motivações.

  1. Empreendedorismo por necessidade:

Um exemplo clássico é uma pessoa que perde o emprego, precisa ter uma fonte de renda e abre alguma empresa. Ele abriu esse negócio com o objetivo de sustentar sua família.

Apesar de ser um objetivo válido, esse é um dos maiores problemas ao se abrir uma empresa. O candidato a empreendedor não pesquisou antes, apenas abriu um negócio com o intuito de receber dinheiro pelo seu serviço ou mercadoria. Então por não ter se preocupado em atender alguma demanda existente, a probabilidade dele não conseguir lucrar é enorme. Sendo assim a melhor motivação para empreender é:

2. Empreendedorismo por oportunidade:

O indivíduo identifica uma necessidade no mercado. Veja que aqui a necessidade não é dele e sim de quem ele quer atender. Assim ele estuda o mercado, monta um plano de negócios. Nesse plano está tudo estruturado o que deve ser feito e só depois ele o executa. Se ele atender a necessidade de seu público, será recompensado com a devida demanda e consequentemente lucro.

Resumindo o que falamos hoje:

O empreendedorismo veio para ficar devido a dois fatores:

  • As pessoas estão em bisca de mais liberdade e qualidade de vida e acreditam que o empreendedorismo pode ser a saída para isso;
  • O mercado mudou e continuará mudando, diminuindo as vagas de emprego de qualidade.

Com esses dois fatores nascem as motivações de empreendedorismo que são:

Empreendedorismo por necessidade: Onde o empreendedor abre um negócio tendo apenas o objetivo de poder pagar suas contas

Empreendedorismo por oportunidade? O empreendedor identifica uma oportunidade no mercado, estuda-a, planeja e a coloca em prática. Essa é a melhor motivação para o empreendedorismo.

Por muito tempo o empreendedorismo no Brasil acontecia por necessidade. Isso era evidenciado em números muito ruins como falência logo nos primeiros anos de empresa por exemplo. Porém parece que nós temos aprendendo bastante sobre isso e hoje já somos mais voltados para o empreendedorismo por oportunidade.

E você? Está vendo alguma oportunidade por aí? Se sim já sabe:

Vamos que Vamos!

Rafael Barrêto.