Um dia desses fui homenageado em um evento chamado “Acredite!” Me deram uma belíssima lembrança e me pediram para eu falar sobre a minha fórmula de trabalho para esse ano.  A primeira coisa que eu pensei foi “eles estão loucos”. O meu ano atual está sendo um dos mais desafiadores da minha vida e honestamente, acho que apanhei muito mais do que bati, fazendo uma pequena analogia ao boxe. Ou seja, acho que esse ano perco por pontos, se não for nocauteado até o soar do gongo do dia 31 de dezembro.

Pensando exatamente assim, percebi o quanto de aprendizado estou recebendo e sim, tem muita coisa boa por aí. Em pouco tempo pensei em 5 áreas da vida que se estruturadas conseguem te ajudar a passar por qualquer momento onde seja necessária à sua resiliência. Vamos a elas.

 

  • Inteligência emocional. Todas as inteligências são importantes (sim, existe um monte de tipo de inteligência), mas uma das se não a mais importante é a emocional. Porém além de uma das mais importantes, uma das mais complexas. Por exemplo, se você acha que não precisa de auxilia nessa inteligência, provavelmente você é um dos que mais precisa. Sério, o fato de se achar senhor das suas emoções mostra o quanto você pode estar “fora da casinha”. Como aprimorar esse seu departamento? Psicólogo, coach, cursos voltados para área e muito estudo. O livro Inteligência Emocional de Daniel Goleman é uma boa pedida.

 

  • Educação Financeira. Mais de 50% das pessoas não fazem ideia do que é isso. Acho que essa é uma alavanca em seus resultados. A partir do momento que você tem realmente um controle financeiro na mão, você começa a entender o poder do dinheiro, como economizar e como gerar mais renda. Nem discuto com quem quer economizar ou ganhar mais dinheiro sem fazer controle financeiro. Para mim a conta não fecha, entendeu o trocadilho? Bom, aqui como lição de casa eu deixo o livro “Os Segredos da Mente Milionária” de T. Harv Eker e o aplicativo GuiaBolso.

 

  • Minimalismo / Essencialismo. Com toda a certeza esse foi o meu maior aprendizado esse ano. Como a maioria dos seres humanos eu sempre queria mais e mais até entender que o segredo está no cada vez menos. Da forma mais simples possível, minimalismo se trata de menos objetos na sua vida e o essencialismo em menos afazeres/responsabilidades. Porém por favor, faça a lição de casa, pois eu não consegui traduzir esses dois importantes conceitos em um parágrafo. Então indico o livro “Essencialismo, a disciplinada busca por menos” de Greg McKeown e o filme “Minimalism” no Netflix. Sério, esse foi o meu maior presente desse ano.

 

  • Ação e disciplina. Dois pontos aqui. Seja lá o que você quer fazer, tira esse negócio do papel. Faz e pronto. Isso se chama ação. Seja uma pessoa pragmática. E se ficar ruim? Deixa eu te contar, vai ficar ruim. No início sempre fica ruim. Mas aí entra a disciplina, você tem que ser disciplinado para continuar agindo e melhorando o tempo todo. Aja e tenha disciplina para corrigir os erros e aprimorar sempre.

 

  • Para finalizar ficamos com o último departamento, não sei como você vai chamá-lo: Vontade! Paixão! Amor! Tesão. Esse departamento é o que fará você ser feliz não apenas no fim do processo, mas no caminho. Percebo que muitas pessoas bem-sucedidas caem em uma espécie de armadilha indo atrás de bens matérias, dinheiro sem dar muita atenção para esse propósito. Depois a cobrança vem e vem muito forte, as vezes em forma de doenças emocionais, arrependimentos e etc. Então cuidado. Todo mundo fala muito, mas nem todo mundo age desta forma. Você consegue fazer o que te deixa feliz? Não estou dizendo para você largar tudo e virar um hippie vendendo incensos em São Tomé das Letras (até porque esse seria o meu sonho, não o seu). Porém, pense na possibilidade de fazer a transição aos poucos ou pelo menos achar um tempinho para o que te brilha os olhos.

 

Em tempo, agradeço a Coach Marcelle Tiossi e a Perfil Desenvolvimento Humano por essa oportunidade que me deixou muito reflexivo.

 

Ah, se você realmente estudar essas 5 áreas, perceberá que elas se interligam e te deixam mais fortes do que nunca. Depois de saber tudo isso…

 

… Vamos que Vamos?

 

 

Rafael Barrêto.